Ao Vivo Água Boa - MT (99,7 FM)

Anderson Samers Programa: Bom Dia Interativa
Locutor: Anderson Samers

Ouça Agora!

(66) 99652-7007

Ao Vivo Querência - MT (97,9 FM)

Alessandro Mello Programa: Almanaque Interativa
Locutor: Alessandro Mello

Ouça Agora!

(66) 98438-0051

Onças-pintadas abatem mais de 1,8 mil bezerros na Fazenda Roncador

QUERÊNCIA - No ano passado, onças-pintadas (Panthera Onca) abateram 1.831 bezerros de uma das maiores fazendas agropecuárias do país, a Roncador, que fica em Querência (MT). Em 2019, haviam sido abatidos mais de 900 animais.

Pelerson Penido Dalla Vechia, o dono da fazenda de 147 mil hectares, sendo 72 mil hectares de mata nativa ou área de preservação, diz que o aumento de mortes de bezerros é um indicador da qualidade da biodiversidade das matas da propriedade porque a onça está no topo da cadeia alimentar.

Penido diz com orgulho que a Roncador, que tem mais de 70 mil cabeças de gado, foi a primeira do país a receber a certificação do Instituto Onça Pintada.
O agropecuarista conta que faz testes com cercas elétricas para tentar barrar o acesso das onças às áreas de maternidade visando minimizar as perdas, mas os bezerros nascem em todas as partes da fazenda e não existe abate de onças em represália à predação.

O fazendeiro que produz grãos e pecuária de corte no sistema ILP (Integração Lavoura-Pecuária) diz que já avistou muitas onças na propriedade. “No ano passado, estava percorrendo uma parte da fazenda de canoa com meus filhos e uma onça passou tranquilamente nadando ao nosso lado. É uma sensação incrível ver o animal tão perto. Dá medo, é claro, mas você não vai mexer com ela.
Neste ano, funcionários da Roncador fotografaram uma onça na beira da mata com seu filhote. Detalhe: a mãe era preta e o filhote, pintado.

O biólogo Leandro Silveira, que está à frente da ONG Instituto Onça Pintada, explica que a cor preta é uma variação da pigmentação da espécie pelo excesso de melanina e que em uma ninhada podem nascer tanto filhotes pretos quanto pintados.
Fonte: Globo Rural

Veja mais notícias: