• Anuncie
  • Brasil Escolar

0
0
0
s2sdefault

QUERÊNCIA - Em nota divulgada nesta quinta-feira (03/10), a prefeitura de Querência anunciou que, em conjunto com o poder legislativo municipal e com a equipe da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), o curso de Agronomia será ofertado na cidade a partir do segundo semestre de 2020.

A implantação do curso superior na cidade tramitou por várias instâncias superiores e internas da Unemat, contando com o apoio do Fundação de Apoio ao Ensino Superior Estadual (Faesp). Outro importante parceiro foi a Câmara de Vereadores de Querência, que em 2018 aprovou a Lei Municipal nº 1.136/2018, que autoriza o poder executivo municipal a firmar convênio com a Fundação Universidade do Estado de Mato Grosso – UNEMAT.

A confirmação da implantação do curso em Querência foi obtida através do coordenador do curso no campus de Nova Xavantina, o professor Cesar Crispin Villar, após aprovação pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Conepe) e do Conselho Universitário (Consuni) na sede administrativa da Unemat, localizada em Cáceres.

O edital, vestibular e todos os trâmites burocráticos acontecerão no primeiro semestre do próximo ano. E no segundo semestre, inicia o curso de Bacharel em Agronomia para os aprovados no processo seletivo. O projeto inicial disponibilizará 50 vagas para o curso. As aulas serão ministradas em período integral nas dependências da Escola Municipal Agrícola de Querência (EMAQUE), que receberá ampliação na sua estrutura física em breve.

Veja Também

Mais notícias relacionadas
  • 31 Dezembro 2019
  • Por Redação Interativa

Poucas chuvas dificultam o sojicultor de Nova Xavantina, partes de lavouras foram replantadas

  • 14 Janeiro 2020
  • Por Redação Interativa

Segurança: Saiba quantos celulares estão cadastrados no seu CPF

  • 01 Novembro 2019
  • Por Michele Soares

Show de Isadora Pompeo reuniu milhares de pessoas em celebração ao Dia do Evangélico

  • 15 Novembro 2019
  • Por Inácio Roberto

Justiça já soltou jovem preso com 200 gramas de cocaína que abasteceria Querência