0
0
0
s2sdefault

pestalozze solidariedade 1ÁGUA BO0A - A Associação Pestalozzi em tempos de pandemia recebe apoio da empresa Shalon de Pedro Bonetti, para atender famílias em situação de extrema vulnerabilidade social que possuem filhos matriculados. Foram entregues 31 cestas básicas mensais desde maio/2020, durante seis meses consecutivos para famílias carentes.

O diretor da Escola, Emerson Marcelo Godoy esclarece que algumas famílias vivem tempos difíceis, com dificuldades mais emergentes, sob o isolamento social, privadas de seguir a rotina de trabalho. Com isso, as famílias tiveram sua condição socioeconômica drasticamente afetada. Em virtude do vírus as famílias ficaram em casa cuidando dos filhos.

Com o apoio e ajuda de empresas como a Shalon, foi possível atender com alimentos as famílias mais necessitadas.

Atualmente a Associação Pestalozzi retornou com suas atividades individuais de forma gradativa, seguindo todas as medidas de proteção, conforme o protocolo do Plano de Contingência, elaborado pela equipe técnica.

Seguindo com essa modalidade é possível planejar para atender de forma progressiva todos os alunos.

Outra situação observada é que os alunos sentem a falta da rotina escolar e da socialização, demostraram regressão, desânimo, falta de apetite e muito nervosismo.

Isso foi relatado pelas próprias famílias que mantém o cuidado da rotina em tempo integral. Algumas famílias precisaram diminuir o ritmo de trabalho, fato que afetou a condição econômica.

Por isso, as cestas básicas foram de grande valia para a população mais vulnerável. "Ao anunciar essa parceria da Empresa Shalon, destacamos as demais pelo exemplo de empatia e solidariedade com as famílias dos alunos da Associação Pestalozzi.

Todas as vezes que os beneficiados recebem a doação reforçam o momento de gratidão, pois reconhecem a importância desse ato social", declarou Marcelo. (Ascom)