0
0
0
s2sdefault

Mauro Mendes / Foto: ReproduçãoCUIABÁ - O governador Mauro Mendes assinou, nesta sexta-feira, um decreto autorizando que todos estabelecimentos comerciais nos 141 municípios de Mato Grosso, que sejam considerados atividades não essenciais, possam ser reabertos com no máximo 70% da capacidade original para se evitar aglomerações que possibilitem a propagação da Covid-19.

A medida beneficia bares, restaurantes, shoppings, academias, dentre outros, de Cuiabá e Várzea Grande que tiveram a quarentena estendida por mais 14 dias por decisão do juiz José Luiz Leite Lindote, e que deu ao Estado a autonomia para decidir sobre o funcionamento do segmento comercial em todas cidades.

Os hotéis, escritórios de advocacia e contabilidade poderão funcionar com capacidade plena. A mesma regra se aplica ao serviço público desde que as regras sanitárias sejam cumpridas.

Ao autorizar a reabertura, Mauro Mendes destacou que os mato-grossenses já estão adaptados às novas medidas de combate a doença, sendo que os estabelecimentos terão que cumpri-las integralmente.

"Os mato-grossenses aderiram aos novos costumes de autoproteção e higiene com uso de máscaras, álcool a 70% em gel e distanciamento mínimo entre as pessoas", justificou o governador.

Mendes disse ainda que a população de Mato Grosso precisa aprender a conviver com o novo coronavírus, causador da covid-19.

O decreto também deixa claro que algumas cidades poderão adotar medidas mais restritivas conforme o nível de propagação do coronavírus.

Segundo o documento, os empresários que descumprirem as normas sanitárias serão multados e os estabelecimentos até fechados caso as forças de segurança e fiscalização entendam ser necessário. (Fonte: Sapicuá Rádio News)

Veja Também