Ao Vivo Água Boa - MT (99,7 FM)

Anderson Samers Programa: Bom Dia Interativa
Locutor: Anderson Samers

Ouça Agora!

(66) 99652-7007

Ao Vivo Querência - MT (97,9 FM)

Alessandro Mello Programa: Almanaque Interativa
Locutor: Alessandro Mello

Ouça Agora!

(66) 98438-0051

Postergada a investigação do MP sobre atendimentos de abril na UTI Covid

Atualizada dia 08 outubro 2021

 

ÁGUA BOA – O promotor de justiça Dr. Luis Alexandre Lentisco informou que postergou a data para concluir as investigações a respeito de denúncias feitas envolvendo a prestação de serviços no mês de abril na UTI Covid local.

O prazo encerraria em setembro, porém, segundo o Ministério Público Estadual, foi postergado para novembro.

A investigação prosseguirá por mais algum tempo, agora como um Procedimento Investigatório Criminal.

 

=============================

 

Atualizada 25 agosto 2021

 

ÁGUA BOA – O promotor de justiça Dr. Luis Alexandre Lentisco informou que postergou a data para concluir as investigações a respeito de denúncias feitas envolvendo a prestação de serviços no mês de abril na UTI Covid local.

O prazo encerraria em agosto, porém, segundo o Ministério Público Estadual, a pedido de uma das partes, foi postergado.

A investigação prosseguirá por mais algum tempo, agora como um Procedimento Investigatório Criminal.

 

=============================

Ministério Público investiga denúncias sobre atendimento na UTI Covid - Publicado em 27 maio 2021

promotor dr luis alexandreÁGUA BOA – Participa das Notícias Interativa o promotor de justiça Dr. Luis Alexandre Lima Lentisco.

Ele falará sobre as investigações que apuram responsabilidades no caso das denúncias envolvendo a prestação de serviços na UTI Covid local.

O promotor criminal afirmou que recebeu as primeiras denúncias no dia 19 de abril e instaurou o procedimento de investigação.

Em seguida, o promotor também se reuniu com as pessoas que apresentaram as denúncias, a fim de ouvir detalhes para dar sequência na condução das apurações.

Algumas circunstâncias estão sob investigação na esfera cível. Dr. Luis acredita concluir o inquérito até agosto, por se tratar de um assunto urgente.

Segundo ele, todas as pessoas que prestaram serviço na UTI já deram depoimento ou ainda serão ouvidas no inquérito. Isso pode chegar até a 40 pessoas.

O promotor ressaltou que algumas informações podem ser enviadas para a Delegacia de Polícia a fim de manter a investigação, ou serão simplesmente arquivadas.

Veja a entrevista.

Veja mais notícias: