Ao Vivo Água Boa - MT (99,7 FM)

Interativa Playlist Programa: Interativa Playlist
Locutor: Interativa Playlist

Ouça Agora!

(66) 99652-7007

Ao Vivo Querência - MT (97,9 FM)

- Programa: Interativa Playlist
Locutor: -

Ouça Agora!

(66) 98438-0051

Promotor de Justiça fala sobre júri de Ari Pacheco - veja entrevista

Atualizada dia 28 outubro - 17h

 

promotor dr luis alexandre lentisco ÁGUA BOA - Participa das Notícias Interativa o promotor de justiça da comarca.

Dr. Luis Alexandre Lentisco declarou que achou justa a sentença condenatória do réu Ari Pacheco Pereira, condenado a pena de 29 anos e 9 meses de prisão pelo Júri Popular de 27/10.

Durante os trabalhos do júri ontem (27/10), o réu Ari Pacheco acabou confessando o crime, algo que ele não tinha feito na forma documental durante o inquérito policial nem durante o processo judicial.

Ari matou a tiros seu ex-sogro, Delci ‘Laco’ Weissheimer. O crime ocorreu em uma chácara próximo à Lagoa dos Buritis, no dia 18 de dezembro de 2.019.

Depois, Ari Pacheco teria jogado a arma do crime no Rio das Mortes e em seguida, foi preso pela PM.

Atuou na defesa do réu o advogado Dr. João Rodrigues Souza. A acusação foi do promotor Dr. Luis Alexandre Lentisco, com presidência do juiz Dr. Jean Louis Maia Dias. A condenação deixou o promotor satisfeito pela aplicação da justiça.

Já o advogado de defesa declarou que a pena imposta ao réu foi extremamente pesada e fora da proporção.

Por isso, ele anunciou que vai entrar com recurso no Tribunal de Justiça.

Familiares de ‘Laco’ acompanharam o júri e por vários momentos se emocionaram, ao recordarem o episódio criminoso.

Veja entrevista

 

===================================

Atualizada dia 28 out 2021

Ari Pacheco é condenado a 29 anos por morte de Delci 'Laco' Weissheimer

ÁGUA BOA – Ari Pacheco Pereira foi condenado a pena de 29 anos e 9 meses de prisão pelo Júri Popular da comarca realizado ontem, 27/10.

O júri havia sido remarcado uma vez, e redesignado de 26 para dia 27/10. Os trabalhos começaram às 8hs da manhã e se estenderam até perto da meia noite passada. Foram mais de 14 horas de trabalhos.

Durante os trabalhos do júri ontem, o réu Ari Pacheco acabou confessando o crime, algo que ele não tinha feito na forma documental durante o inquérito policial nem durante o processo judicial.

Ari matou a tiros seu ex-sogro, Delci ‘laco’ Weissheimer. O crime ocorreu em uma chácara próximo à Lagoa dos Buritis, no dia 18 de dezembro de 2.019. Depois, Ari Pacheco teria jogado a arma do crime no Rio das Mortes e em seguida, foi preso pela PM.

Atuou na defesa do réu o advogado Dr. João Rodrigues Souza. A acusação foi do promotor Dr. Luis Alexandre Lentisco, com presidência do juiz Dr. Jean Louis Maia Dias. A condenação deixou o promotor satisfeito pela aplicação da justiça.

Já o advogado de defesa declarou que a pena imposta ao réu foi extremamente pesada e fora da proporção. Por isso, ele anunciou que vai entrar com recurso no Tribunal de Justiça.

Familiares de ‘Laco’ acompanharam o júri e por vários momentos se emocionaram, ao recordarem o episódio criminoso. 

 

==========================

Atualizada dia 27 out 2021

 

juri ari pacheco 27 10 2ÁGUA BOA – Está ocorrendo agora no plenário do Fórum local o júri do réu Ari Pacheco Pereira, acusado da morte de Delci ‘Laco’ Weissheimer. O crime ocorreu em 18 de dezembro de 2.019, em uma chácara próximo à Lagoa dos Buritis em Água Boa.

Pacheco foi preso horas após o crime na MT-326 trecho que liga com Cocalinho. O homicídio foi a tiros.

Atua como advogado de defesa, Dr. João Rodrigues Souza. A acusação é do promotor Dr. Luis Alexandre Lentisco, com presidência do juiz Dr. Jean Louis Maia Dias.

Ontem, o júri foi cancelado e redesignado para hoje. Durante o almoço de ontem, dois jurados quebraram a incomunicabilidade.

Eles foram flagrados conversando. Sendo assim, os trabalhos foram cancelados. Os dois jurados foram multados em 3 salários mínimos cada um, por quebra de incomunicabilidade durante o almoço.

Agora a pouco em depoimento perante o tribunal do júri, Pacheco confirmou que matou 'Laco', agindo em legítima defesa. Declarou que à época do crime, negou a prática do homicídio, pois tinha sido instruído.

Os trabalhos devem prosseguir nas próximas horas. Detalhes em instantes

 

=============================

Atualizada dia 26 outubro 2021

 

ÁGUA BOA - O júri de hoje do réu Ari Pacheco Pereira, acusado da morte de Delci ‘Laco’ Weissheimer, foi redesignado.

O crime ocorreu em 18 de dezembro de 2.019, em uma chácara próximo à Lagoa dos Buritis em Água Boa.

Pacheco foi preso horas após o crime na MT-326 trecho que liga com Cocalinho. O homicídio foi a tiros.

Atua como advogado de defesa, Dr. João Rodrigues Souza.

A acusação é do promotor Dr. Luis Alexandre Lentisco, com presidência do juiz Dr. Jean Louis Maia Dias.

Durante o almoço, dois jurados dos 7 integrantes do conselho de sentença quebraram a incomunicabilidade.

Eles foram flagrados conversando pelo advogado de defesa. Sendo assim, os trabalhos foram cancelados.

O júri foi redesignado para esta quarta-feira (27/10), quando todo o procedimento será retomado do início.

Os dois jurados foram multados em 3 salários mínimos cada um, por quebra de incomunicabilidade durante o almoço.

Outros jurados serão convocados.

Veja entrevista

 

==================================

Atualizada dia 25 out 2021

Júri de Ari Pacheco pela morte de Delci 'Laco' Weissheimer será nesta 3ª, 26/10 

ÁGUA BOA – Está confirmado para esta terça-feira, 26 de outubro, o júri popular do réu Ari Pacheco Pereira, responsável pela morte de Delci ‘Laco’ Weissheimer.

O crime ocorreu em 18 de dezembro de 2.019, em uma chácara próximo à Lagoa dos Buritis em Água Boa.

Pacheco foi preso horas após o crime na MT-326 trecho que liga com Cocalinho.

O homicídio foi a tiros. O júri foi transferido do começo de outubro a pedido do advogado de defesa, Dr. João Rodrigues Souza.

A acusação será do promotor Dr. Luis Alexandre Lentisco, com presidência do juiz Dr. Jean Louis Maia Dias. Os trabalhos começarão às 8hs da manhã no plenário do Fórum local.

============================= 

Atualizada dia 05 outubro 2021

 

ÁGUA BOA – Foi transferido o júri popular marcado para hoje, 05 de outubro, em que o réu Ari Pacheco Pereira, iria à julgamento pela morte de Delci ‘Laco’ Weissheimer.

O crime ocorreu no dia 18 de dezembro de 2.019, em uma chácara próximo à lagoa dos Buritis, na cidade de Água Boa.

Ari Pacheco foi preso horas após o crime, na MT-326 trecho que liga com Cocalinho. ‘Laco’ Weissheimer foi morto a tiros. O júri foi transferido para dia 26 de outubro.

Atuará na defesa do réu, o Dr. João Rodrigues Souza. A acusação será do promotor Dr. Luis Alexandre Lentisco, com presidência do juiz Dr. Jean Louis Maia Dias.

Os trabalhos começarão às 8hs da manhã no plenário do Fórum local. O advogado apresentou atestado médico pedindo a transferência do júri.

 

==============================

Atualizada dia 22 setembro 2021

 

delci laco weissheimerÁGUA BOA – Vai a júri popular no dia 05 de outubro, o réu Ari Pacheco Pereira, acusado da morte de Delci ‘Laco’ Weissheimer.

O crime ocorreu no dia 18 de dezembro de 2.019, em uma chácara próximo à lagoa dos Buritis, na cidade de Água Boa.

Ari Pacheco foi preso horas após o crime, na MT-326 trecho que liga com Cocalinho.

‘Laco’ foi morto a tiros.

Atuará na defesa do réu, o Dr. João Rodrigues Souza. A acusação será do promotor Dr. Luis Alexandre Lentisco, com presidência do juiz Dr. Jean Louis Maia Dias.

Os trabalhos começará às 8hs da manhã no plenário do Fórum local.

 

============================

ATUALIZADA - Suspeito de matar fotógrafo à tiros em Água Boa é detido pela PM em Cocalinho - 18 Dezembro 2019

 

ATUALIZADA: ÁGUA BOA - O Ten. Cel. PM Gyancarlos Paglyneari Cabelho, comandante adjunto do 13º Comando Regional de Polícia Militar esteve ao vivo nos estúdios da Rádio Interativa FM 99,7 ainda na manhã desta quarta-feira (18), para informar à população sobre a rápida ação das forças policiais, que resultou na prisão do suspeito de ter tirado a vida do fotógrafo Delci Weissheimer, o Laco.

Segundo o Ten. Cel. Gyancarlos, ao obter informações de que o suspeito estaria se evadindo da cidade, as forças policiais das cidades vizinhas foram informadas e mobilizadas. O suspeito estaria fugindo sentido à cidade de Cocalinho, onde a Polícia Militar fechou o cerco que resultou na prisão do mesmo.

Sobre a arma utilizada para cometer o crime, possivelmente um revólver calibre 38, o suspeito disse à polícia militar que a jogou no Rio das Mortes.

O suspeito se encontra preso na cidade de Cocalinho, e aguarda a transferência para Água Boa.

O comandante adjunto do 13º CRPM Gyancarlos agradeceu ainda o apoio da Polícia Civil, que foi fundamental para a localização rápida e prisão do suspeito.

 

=======================================

 

ÁGUA BOA – Um homicídio foi registrado na manhã desta quarta-feira (18/12), em uma região de chácaras, aos fundos do lago na saída para Nova Xavantina. O fato ocorreu hoje pela manhã, quando um elemento usando capuz chegou perto da vítima e efetuou disparos de arma de fogo.

Trata-se de Delci ‘Laco’ Weissheimer, pessoa vastamente relacionada na cidade. A Polícia entende que se trata de um crime de execução, já que junto ao Laco estava uma testemunha. A testemunha contou que o suspeito chegou e atirou contra a vítima. A testemunha fugiu imediatamente e acionou a polícia.

‘Laco’ foi fotógrafo por muitos anos na cidade e por isso é muito conhecido.

Veja mais notícias: